Pular para o conteúdo principal

Os vinhos chilenos Caliterra são expressão do terroir do Vale de Colchagua

 Rótulos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora

Foco em sustentabilidade e respeito pelo meio ambiente moldam a filosofia da Caliterra, premiada vinícola do Chile cujos rótulos estão sendo trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

Produzidos no Vale do Colchagua, a 200 km ao sul da capital Santiago e a 60 km do Oceano Pacífico, os rótulos Caliterra se destacam pela qualidade e pelo excelente custo-benefício. São vinhos elegantes, modernos e que podem ser apreciados em qualquer momento.

O nome Caliterra é formado pela união de “cali” e “terra”, ou seja, qualidade da terra, em espanhol. Os rótulos são veganos, isto é, nenhuma substância de origem animal é usada nos processos de clarificação e filtração.

Ao todo, 14 vinhos estão disponíveis no Brasil, divididos em quatro linhas: Reserva, Tributo Gran ReservaPétreo e Cenit, elaborados em diferentes parcelas e períodos de amadurecimento.

Os vinhedos ficam em diferentes altitudes, solos e exposição ao sol, características que permitem elaborar rótulos com atributos únicos e que exaltam o terroir do Vale de Colchagua, uma das principais regiões produtoras do Chile. Os brancos são produzidos no Vale de Casablanca, outra região vitivinícola de renome, localizada ao oeste de Santiago.

Vinhos de terroir

Cenit é um vinho superespecial, elaborado todo ano em 21 de dezembro, dia do solstício de verão, em que o sol alcança o zênite, o ponto mais alto no céu. A safra 2019, que está disponível no Brasil, recebeu 96 pontos pelo renomado guia Descorchados.

Este corte de uvas Malbec, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Syrah apresenta aromas de frutas vermelhas como framboesa, mirtilos e groselhas, com notas de flores de acácia e violenta, toques de pimenta-do-reino, alecrim e grãos de café com minerais e grafite. Em boca, é suculento, profundo, estruturado e complexo com notas de mirtilo, framboesa e de flor de laranjeira.

Amadureceu 24 meses, sendo 81% do vinho em barricas de carvalho francês e 19% em ânforas de terracota. Tem potencial de guarda e acompanha à perfeição carnes vermelhas, carnes de caça e massas ao molho vermelho.

linha Pétreo é composta por vinhos de parcela, ou seja, produzidos a partir de uvas cultivadas numa área limitada e que expressam ao máximo o terroir. São rótulos complexos, que amadureceram por 18 meses e têm um longo potencial de guarda. Estão disponíveis nas versões Malbec e Carménère, premiados respectivamente com 96 e 95 pontos pelo renomado guia Descorchados.

Já os vinhos da linha Tributo Gran Reservaamadureceram de 9 a 12 meses, dependendo do rótulo, e são muito gastronômicos. Os brancos são perfeitos com peixes e antepastos, já os tintos acompanham maravilhosamente bem carnes, massas e pizzas. 

São todos rótulos varietais, ou seja, elaborados com uma única uva: Sauvignon Blanc e Chardonnay, para os brancos; e Cabernet Sauvignon, Malbec e Carménère, para os tintos. A safra 2022 do Carménère é destaque por terrecebido 93 pontos pelo importante crítico norte-americano James Suckling.

Por fim, a linha Reserva é formada por rótulos que amadureceram por 6 meses em barricas de carvalho francês. São vinhos perfeitos para o dia a dia, pensados para acompanhar comidas ou momentos de confraternização. Modernos e elegantes, estão disponíveis nos seguintes varietais: Sauvignon Blanc, Malbec, Cabernet Sauvignon, Merlot, Carménère e um rosé, produzido com a uva Syrah.

Caliterra

Fundada em 1996 a partir de uma joint venture entre a vinícola chilena Errazuriz e a estado-unidense Robert Mondavi, a vinícola Caliterra se estende sobre uma superfície de 1.085 hectares, sendo 80% de bosque nativo, no Vale de Colchagua

Entre os preceitos de sustentabilidade estão a proteção da mata nativa – para cada hectare cultivado, mais de 3.500 árvores são preservadas –, o que ajuda a mitigar a pegada de carbono da própria vinícola. 

A empresa preza também pela eficiência energética, por meio de fontes renováveis, pela eficiência hídrica e pelo respeito ao solo e a fauna local, que pode circular pelas vinhas graças a corredores verdes. Sem esquecer das garrafas produzidas com materiais reciclados.

Onde encontrar

Os vinhos Caliterra estão chegando aos pontos de venda de todo o Brasil, seja redes de supermercados, adegas e restaurantes, graças ao esquema logístico complexo e eficiente de Porto a Porto e Casa Flora.

Importadora Porto a Porto

portoaporto.com.br

@portoaporto


Crédito das fotos: Divulgação/Porto a Porto.