Pular para o conteúdo principal

Nova garrafa de GH Mumm Grand Cordon celebra o ápice da Vela


Alguns dos esportes mais elegantes e de maior prestígio do mundo sempre foram abraçados pela Maison Mumm e seus champagnes pela afinidade que a marca tem com este universo de desafios, aventuras e novos começos. Participar desses momentos únicos e destes sofisticados e ricos cenários faz parte da história da Maison. Assim, GH Mumm mantém seu compromisso com as grandes competições internacionais de Vela e se conecta à recém realizada 36ª Copa América patrocinada pela Prada. Como parceira oficial, Maison Mumm mais uma vez está presente nos momentos de celebração durante a prestigiada competição, que representa a inovação tecnológica a serviço dos navegadores mais ousados do mundo.

Um produto único e exclusivo marca esta parceria da Maison Mumm com o ápice das competições de Vela:  uma edição limitada de GH Mumm Grand Cordon desenhada pela Maison, com diferentes tons de azul que simbolizam o oceano.  Homenagem da Maison ao glamouroso universo da Vela, esta nova edição complementa o famoso design revolucionário deste  champagne, e traz a icônica faixa vermelha Cordon Rouge no layout.  Através de técnica especial, a fita aparece recortada internamente no próprio vidro. Para acompanhar esta cuvée de edição limitada destinada à America's Cup, a Maison também criou uma bolsa reutilizável no mesmo padrão de azul, funcional e leve, para guardar o champagne.

O champanhe Mumm Grand Cordon é o epítome do estilo exclusivo da Maison Mumm, uma vez que expressa todas as nuances da Pinot Noir da região de Champagne, na França. As uvas são provenientes de mais de 100 crus de modo a criar um vinho rico e ousado que sutilmente equilibra o poder e a estrutura da Pinot Noir com a elegância e mineralidade de Chardonnay e o frutado da cepa Meunier. Uma parte dos vinhos de reserva da cuvée envelhece em tonéis de carvalho, o que confere uma complexidade aromática ainda maior a este champagne.

Desde que foi criada em 1827, a Maison Mumm tem se empenhado em inovar buscando novos desafios e excelência. É natural, portanto, que seja parceira de um dos eventos de vela mais desafiadores da atualidade, que reúne os melhores atletas e a mais avançada tecnologia. A partir da década de 1970, a Maison Mumm apoiou mais de 40 das principais competições do esporte - incluindo a 25ª edição da America's Cup em 1983 - e acompanhou navegadores icônicos como François Gabart e Armel Le Cléach ao pódio, em seus momentos de triunfo. Hoje, a Maison Mumm continua a apoiar os navegadores corajosos e apaixonados da Vela que constantemente se desafiam, ultrapassando os limites e embarcando em novos começos, lema da Maison.

Para colecionadores, a versão America’s Cup de GH Mumm Grand Cordon estará à venda no site www.drinksandclubs.com.br ao preço sugerido  R$ 431,40 a garrafa de 750 ml com a bolsa protetora.

Sobre a Maison Mumm

A Maison Mumm faz parte do conglomerado Martell Mumm Perrier-Jouët, prestigioso negócio de conhaque e champanhe da Pernod Ricard, o nº 2 do mundo em vinhos e destilados. Com sua herança distinta que remonta a 1827, Mumm é a casa de champanhe superpremium líder na França e a terceira no mundo *. Mumm Grand Cordon presta homenagem à icônica faixa vermelha - recortada no vidro como parte de uma série de inovações. A garrafa revolucionária é a personificação perfeita do espírito da Maison associado a desafios audaciosos e empreendimentos inovadores.

Fotos: divulgação.

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual