Pular para o conteúdo principal

Uma cave para meditar no Vale dos Vinhedos

Vinícola mais nova do roteiro abre as portas de sua cave icônica para uma experiência inédita pensada no bem-estar. 


É comum passear pelo Vale dos Vinhedos, roteiro enoturístico mais famoso do Brasil, e ver pessoas caminhando entre os vinhedos, participando de cursos de degustação, fazendo piqueniques ao ar livre, colhendo uva, entre tantas outras experiências que a cultura do vinho proporciona. Agora, também é possível penetrar no espaço mais restrito da Cave do Sol, vinícola inaugurada em setembro do ano passado, onde acontecem degustações especiais e onde está a Enoteca da família, para relaxar em uma aula de yoga e meditação. É a Experiência Saudação ao Sol.

 


Quem não conhece ainda a vinícola se surpreende com o gigantesco Sol ao centro da cave, imortalizado na arte de um mosaico multicolorido que ganha a luz natural do astro, através de uma cavidade no teto. Faça chuva ou faça sol, a obra de arte é iluminada naturalmente. É ali, que até seis pessoas poderão viver essa experiência inédita, conduzidas pelos instrutores Augusto e Manoela Schiavenin. Depois de relaxar e recarregar energias positivas, as pessoas são conduzidas para a visita à vinícola e as demais obras de arte espalhadas pelo empreendimento, todas feitas por artistas locais a partir de objetos utilizados na vinícola da Família Passarin.

 

É a arte que vem do vinho, onde pipas de até 110 mil litros de vinho foram transformadas em móveis e portas imponentes. Tijolos da vinícola desativada revestem as paredes da cave. Equipamentos do século passado hoje fazem parte de grandes instalações com obras de arte externas e internas. Um passeio pela história da vitivinicultura brasileira.

 


Depois de alimentar mente e espírito com boas energias e muita história, o momento é reservado para degustar espumantes e sucos de uva e saborear uma mesa de antepastos. Cada participante ganha uma taça de cristal personalizada. O primeiro grupo viverá a experiência dia 6 de março, às 9h30min. Outras quatro datas também estão abertas para agendamento prévio, sendo elas: 20 de março, 17 de abril, 8 de maio e 22 de maio.

 

NOVOS ROTEIROS CAVE DO SOL

Saudação ao Sol (Adultos)

O que? Aula de yoga e meditação, visita à vinícola e suas obras de artes, degustação de espumantes e sucos de uvas e uma mesa de antepastos. Uma taça de cristal personalizada por participante.

Quando? 6 de março, 20 de março, 17 de abril, 8 de maio e 22 de maio

Onde? Cave do Sol

Horário: Das 9h30min às 11h30min

Valor: R$ 180

 

- Agendamento pelo e-mail turismo@cavedosol.com.br ou pelo telefone/whats 54 98418.9882

A Cave do Sol está localizada na RS 444 KM 20,7, no Vale dos Vinhedos.

 

Sobre a Cave do Sol

A mais nova vinícola do Vale dos Vinhedos está no coração do roteiro enoturístico mais famoso do Brasil numa área de 36,6 mil metros quadrados. São 5.125 metros quadrados de área construída, 2.367 deles destinados ao enoturismo, distribuídos em três andares, totalmente projetado dentro das premissas de acessibilidade. O ambiente convida a imergir num rico cenário de objetos considerados peças de museu que, além de preservar a história da família e da vinicultura brasileira, também compõem obras de arte concebidas por artistas, valorizando talentos locais. É uma viagem pelo tempo num passeio que transcende o imaginário.

 

Fotos: Augusto Tomasi

 

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual