Pular para o conteúdo principal

Dicas de espumantes para brindar o fim do ano

 Em dúvida sobre o que degustar nas festas de fim de ano? Nós te ajudamos com 8 indicações! Mais um fim de ano chegando e, apesar de todos os pesares, a época é de alegria e muitos brindes. Seja para agradecer o ano que termina ou festejar o início de um novo ciclo, a escolha de um bom vinho é fundamental. Por isso, pegue sua taça e deixe os rótulos com a gente! Dá uma olhada nas 8 dicas que selecionamos. Todos os produtos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.

Cava Don Román Brut

Ideal para acompanhar aperitivos e peixes, esse espanhol é seco, fresco e equilibrado. Elaborado na região de Penedès, tem boa persistência e acidez agradável.

 

Veuve du Vernay Brut Rosé

Esse espumante é para quem prefere um rosé francês, elaborado na Borgonha. Ele é ótimo para acompanhar aves e massas com molhos leves. De tom rosa claro, os aromas florais e minerais se destacam.

 

3B Rosé Filipa Pato

Uma boa opção para quem aprecia vinhos espumantes secos, frutados e de boa acidez. Destaque para a assinatura de Filipa Pato, uma das principais enólogas do mundo, que elabora um trabalho impecável na Bairrada, em Portugal.

 

Espumante Grande Reserva Blanc de Noirs

Para comemorar em grande estilo, a dica é esse português da uva Baga (o blanc de noirs significa vinho branco elaborado com uva tinta). Vai bem com aperitivos, salmão, steak tartar e carpaccio. Com cinco safras premiadas, é um rótulo seco, encorpado e de final longo e intenso.

 

Pouca Roupa branco

Depois das dicas de espumantes, vamos aos brancos tranquilos. Elaborado em Portugal, esse vinho é a cara do verão: fresco e muito fácil de beber. Harmoniza com peixes, mariscos e carnes brancas com molhos delicados.

 

Reguengos Reserva Branco

Elaborado no Alentejo, em Portugal, esse vinho passa por um processo que confere deliciosa complexidade e untuosidade em boca. Ótima opção para acompanhar mariscos e peixes gordos assados.

 

Château Reynon Sauvignon Blanc

Um francês muito elegante que combina à perfeição com peixes e frutos do mar. Elaborado pela prestigiada vinícola Domaine Denis Dubourdieu, em Bordeaux, é seco e frutado, além de se destacar pela mineralidade em boca.

 

Caves de Cairanne Grande Resérve branco

Rótulo eleito Best in Show no Decanter World Wine Awards, é excelente acompanhamento para peixes, aves, queijos e saladas. Possui aromas florais e frutados, com notas de mel. Em boca destacam-se o equilíbrio e a persistência.

 

Em Curitiba, preços sugeridos:

Cava Don Román Brut: R$ 57,90

Espumante Veuve de Vernay Brut Rosé: R$ 71,90

Espumante 3B Rosé: R$ 101,90

Espumante Gran Reserva Blanc de Noir: R$ 158,90

Pouca Roupa branco: R$ 64,90

Reguengos Reserva Branco: R$ 85,90

Château Reynon Sauvignon Blanc: R$ 118,90

Réserve Cairanne: R$ 141,90

 

Em Curitiba, onde encontrar:

Armazém 71, Adega Brasil e Família Scopel

Fotos: Divulgação.

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual