CTB Querência Santa Mônica representa a cultura brasileira na 59ª edição do Folclorize

 Neste ano, por conta da pandemia, as apresentações do maior festival folclórico do Paraná serão transmitidas on-line. O tradicional e já conhecido Centro de Tradições Brasileiras Querência Santa Mônica com seus mais de 30 anos de atividades, participará novamente neste ano do maior evento folclórico do Estado, a 59ª edição do Festival Folclórico de Etnias do Paraná, o Folclorize, que ocorrerá entre os dias 15 e 30 de agosto. Neste ano, contudo, devido à pandemia do novo coronavírus as apresentações acontecerão em formato diferente, em ambiente virtual. A apresentação do CTB Querência Santa Mônica será no dia 25 de agosto de 2020, às 20h, no Facebook e YouTube do Festival.

Nesta edição, o Grupo Moniquense traz uma retrospectiva dos últimos 10 anos de espetáculo. "Teremos vídeos de integrantes que já participaram da entidade, e de quem ainda participa, comentando sobre a temática do ano em que representou um personagem no espetáculo. A ideia da apresentação é trazer o lado humano por trás das histórias fictícias, que sempre são contadas, esse é um ano de desenvolver mais empatia e confortar, de alguma forma, quem estará em casa assistindo", comenta o patrão do CTB, Idair Lima.


O tema escolhido reforça a participação da tecnologia e das redes sociais, ao mesmo tempo, ampliando as relações entre os seres humanos, mesmo de longe sem aquele contato físico, mas por videoconferência. O espetáculo de 2020 terá duração de aproximadamente 50 minutos e nele, os espectadores poderão acompanhar 13 danças folclóricas e coreografias teatrais realizadas pelo CTB Querência Santa Mônica da última década no Festival, inclusive com algumas participações do Grupo Folclórico Germânico Alte Heimat.


SERVIÇO:

CTB Querência Santa Mônica participa da 59ª edição do Folclorize que será virtual

Data: 25 de agosto de 2020.

Horário: 20h.

Local: plataforma on-line Facebook e Youtube

Mais informações: https://festivalfolclorico.unicultura.com.br

Foto: divulgação Santa Mônica.

Comentários