Vinhos para o inverno

Sete vinhos tintos para encarar baixas temperaturas.
No próximo dia 21 de junho começa, oficialmente, o inverno. Com ele a nossa vontade de degustar vinhos só aumenta! Afinal, temperaturas mais baixas e cardápios calóricos são excelentes motivos para nos deliciarmos com uma taça de tinto.

Coincidentemente, na mesma data comemora-se o Dia do Vinho Tinto, então selecionamos sete rótulos para você brindar. Escolhemos exemplares da Espanha e de Portugal com características diversas, que irão agradar diferentes paladares. Todos os vinhos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora. Confira nossa seleção.



Reguengos Alentejo DOC tinto
Tinto fácil de beber, esse vinho é elaborado no Alentejo pelo produtor Carmim. Seus aromas combinam frutas vermelhas maduras e leve toque floral. As características em boca, como boa acidez e taninos finos, combinam com uma tábua de queijos e embutidos.





Monsaraz DOC Alentejo tinto
Esse rótulo é a junção de três uvas portuguesas: Alicante Bouschet, Aragonês e Trincadeira, sendo que uma porcentagem dele amadurece em barrica de carvalho francês. Macio e redondo, é um exemplar muito fácil de degustar e traz aromas de frutas vermelhas maduras, como amoras e groselhas, além de notas de baunilha. É seco e de corpo médio.


Quinta do Cachão DOC Douro
Carnes vermelhas grelhadas são uma combinação excelente com esse português do Douro, que traz aromas e sabores frutados, com toques de defumado. Seus taninos são redondos e macios, resultado dos 6 meses de estágio em madeira.



Don Román DOCa Rioja
Esse é elaborado com as uvas Tempranillo e Graciano, na espanhola Rioja. É um rótulo muito agradável e macio em boca, que amadurece em barrica francesa durante 3 meses. Paella à base de carnes, salsichas e embutidos são sugestões de harmonização. Entre os aromas que você pode encontrar estão frutas vermelhas e notas de baunilha. Em boca é sedoso e equilibrado.



Nuestro 8 meses DO Ribera del Duero
Essa região espanhola, Ribera del Duero, é a segunda mais famosa da Espanha, depois da Rioja. Seus vinhos são conhecidos pelo toque de mineralidade que provém do solo calcário. Esse exemplar, do produtor Premium Fincas, elaborado com a uva Tempranillo, amadurece durante 8 meses em barrica. O resultado são aromas de frutas e ervas, com notas de cacau. Em boca é complexo, elegante e bem estruturado. Ideal para pizzas, massas com molho vermelho e carnes vermelhas magras.


Quinta do Penedo DOC Dão
Esse é um vinho muito elegante e equilibrado, elaborado com as uvas Touriga Nacional e Alfrocheiro. Apresenta aromas minerais e em boca é bastante frutado e com final persistente. Amadurece durante 12 meses em barrica de carvalho. Queijos e massas são uma boa pedida de acompanhamento.





Garrafeira dos Sócios DOC Alentejo
Ícone do Alentejo, esse tinto é encorpado, possui taninos maduros e aromas e sabores complexos. Ideal para acompanhar carne de cordeiro, carnes vermelhas e queijos de cura. Amadurece durante 24 meses em barrica de carvalho e passa mais 12 meses em adega antes da comercialização. Um espetáculo!

                                                                  @portoaporto

dos vinhos: Divulgação
Foto das taças: Márcia Toccafondo

Comentários