Apesar da crise, primeira Ferrari F8 Tributo chega ao Brasil com preço de R$ 3,5 mi

Produção e venda de carros apresentou queda, mas automóveis de luxo seguem sendo comercializados.

Com a crise do novo coronavírus, vários setores foram afetados e precisaram diminuir sua produção, o que gerou quedas nas vendas e números bem abaixo do esperado. Entre eles está o ramo de automóveis, que tem encontrado desafios e enfrentado quedas por conta do fechamento das concessionárias e por necessidade de reduzir a intensidade da produção, resultando na falta de certos modelos de carros e motos.

De acordo com números divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), a produção de veículos no mês de abril, com 1.847 unidades, foi 99% menor do que a de março e representou uma queda de 99,4% em relação ao mês de abril de 2019, deixando clara a baixa produção enfrentada durante o primeiro semestre do ano.

Em um contexto conturbado, compradores e pessoas que possuem carro também procuram uma maneira de diminuir os gastos. Para isso, ficar atentos às condições de parcelamento de IPVA e multas é essencial. Já para quem quer adquirir um automóvel nos próximos meses a dica é procurar maneiras alternativas, como leilão de automóveis ou vendedores de veículos seminovos, para conseguir um bom custo-benefício, com modelos atuais e preços reduzidos.

Automóveis de luxo como alternativa para o mercado

Apesar da situação complicada, a compra e venda de automóveis de luxo tem sido uma das maneiras de manter a indústria automobilística funcionando, por meio da comercialização de modelos exclusivos de alto valor, como a Ferrari Enzo, adquirida por R$ 12,9 milhões no início de junho, através de leilão online. No Brasil, a empresa Ferrari garantiu dois lançamentos no país. O primeiro deles, a Ferrari F8 Tributo, chegou no final do mês de maio com o valor de R$ 3,5 milhões e já conta com quatro unidades vendidas. O modelo veio para substituir o 488 GTB, com motor 3.9 V8 biturbo de 720 cv. Seu nome é uma homenagem aos famosos motores 8 cilindros de Maranello.

O outro modelo da fabricante italiana que deve chegar em terras brasileiras no segundo semestre é a Ferrari Roma, homenagem à capital italiana, com preço estimado de R$ 2,8 milhões. Ela é equipada com motor V8 3.9 turbo com 620 cv e vai de zero a 100 km/h em 3,4 segundos. 

Foto: Divulgação.

Comentários