Pular para o conteúdo principal

LUIZ ARTHUR MONTES RIBEIRO TRAZ 29 ANOS DE ARTE EM RETROSPECTIVA

Considerado um dos mais renomados e completos expoentes da arte contemporânea paranaense, o premiado artista Luiz Arthur Montes Ribeiro abre hoje, dia 5 de novembro, data do seu aniversário, a nova exposição, celebrando também seus “29 Anos de Artes Visuais”. 
 É a partir do texto que surge o sinuoso, belo e envolvente mundo pictórico de Luiz Arthur Montes Ribeiro. Considerado um dos mais completos artistas paranaenses da contemporaneidade, transitando pela literatura, desenho, pintura, escultura e também pela gastronomia, o premiado artista faz uma leitura poética de toda sua trajetória nas artes na exposição “29 Anos de Artes Visuais: Luiz Arthur Montes Ribeiro”. A ser inaugurada em evento para convidados nesta terça-feia, 5 de novembro, mesmo dia do aniversário de 60 anos do artista, a exposição fica em cartaz de 6 de novembro de 2019 a 28 de fevereiro de 2020 no espaço Luiz Arthur Montes Ribeiro Galeria de Arte (LAMR), adjunto ao Instituto Montes Ribeiro.
 “O processo criativo é algo fabuloso. Na nossa mente, o espectro é algo que não tem fim, o desafio é transportar as cores que enxergamos para as telas”, revela Montes Ribeiro. “Para mim, a literatura e as artes visuais têm uma relação intrínseca. Meu processo criativo parte da escrita, primeiro vem o poema, depois o desenho, então a pintura em acrílica, o nanquim e a escultura”, conta o artista, que já tem 9 livros publicados.
A exposição “29 Anos de Artes Visuais” reúne a produção de Montes Ribeiro desde 1990, quando iniciou sua produção profissional, até o momento. São 60 obras de 6 séries produzidas pelo artista neste período, todas disponíveis para comercialização: Borboletas, Araucárias, Jardins Imaginários da Minha Solidão, Arvoredos, Peixes e Flores. Entre elas, duas telas novas da série Borboletas e uma da série Araucárias.
 “Entre estas 60 obras, há várias inéditas, que optei por mostrar nesta exposição porque falam muito de meu trabalho e de minha vida, visto que também celebro meus 60 anos com esta exposição. É toda uma história de vida dedicada à arte. Comecei com a escrita, por volta dos 10 anos. Escrevia muitas cartas. Depois, aos 13, já comecei a desenhar e então a pintar. Estudei com grandes mestres nas mais variadas artes em que imergi. Para mim, este trânsito entre as diversas modalidades artísticas é muito importante”, salienta.
Serviço
EXPOSIÇÃO “29 ANOS DE ARTES VISUAIS: LUIZ ARTHUR MONTES RIBEIRO”
Artista: Luiz Arthur Montes Ribeiro
Abertura: 05/11, 18h às 21h
Visitação: 06/11/19 a 28/02/2020, quintas e sextas-feiras, 14h às 20h*
Local: Luiz Arthur Montes Ribeiro Galeria de Arte
Endereço: Av. Vicente Machado, 160, 4º andar, Cj. 43, Centro
                   Edifício Neudes Calixto
Contatos: (41) 99920-7349 galeriadearte@luizarthur.com.br
Facebook: @galeriadearteluizarthurmontesribeiro
Instagram: @luizarthurmontesribeiro
Twitter: @MontesLuiz
* Visitas sempre sob agendamento com a galeria.
Fotos: Divulgação

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual