Pular para o conteúdo principal

A chilena Marques de Casa Concha lança dois rótulos com toda a expressão do seu destacado terroir

Dois novos vinhos Marques de Casa Concha chegam ao mercado para consolidar a nobreza da lendária linha chilena, marcada pela vanguarda e ao mesmo tempo, pelo respeito às características do terroir.
Na  terça dia 01/10, Marcelo Papa, famoso e premiado enólogo da Concha Y Toro faz giro por  Curitiba, BH e Rio, depois de ter passado por SP, para lançar novos rótulos de Marques de Casa Concha, vinho de alta gama da vinícola chilena. 
Desde sua criação, Marques de Casa Concha tem sido amplamente reconhecido pela imprensa internacional e conquistado menções por 5 vezes na lista dos 100 melhores vinhos do mundo pela Wine Spectator. São vinhos fiéis a expressão de origem e variedade, e que representam a diversidade de terroirs do Chile. Experimentar novas técnicas de vinificação e manter o espírito inovador da marca, somando-se à habilidade de dar aos vinhos personalidade e sentido de origem, é o que move Marcelo Papa, enólogo de Marques de Casa Concha, a criar rótulos excepcionais, e o que faz dele um dos profissionais mais reconhecidos e respeitados do Chile. A chegada destes dois novos rótulos atesta a capacidade de Papa, de continuar surpreendendo e inovando através dos anos.  Vamos aos vinhos de nobre linhagem lançados para o mercado:






O Marques de Casa Concha Malbec é produzido no Vinhedo Lourdes, na área de Pencahua, na zona entre as Cordilheiras do Vale del Maule, este vinho se caracteriza por sua diversidade aromática, taninos firmes e notas de cereja ácida e ameixas negras. Frutoso, denso e vibrante, mantém a complexidade no paladar, com final persistente. 100% Malbec e com teor alcóolico de 13,5%, alcançou 92 pontos no Descorchados.  
Onde comprar: Ville du Vin, Emporio Frei Caneca (SP) e St. Marché (nas próximas semanas).





Marques de Casa Concha Cinsault  Rosé -  É o Itata Valley, na margem norte do rio Itata, a 18 km do mar, com vinhas  mais de 60 anos, que dá origem a este rosé requintado, de cor damasco pálido, com notas de romã e melão rosa. Na boca, mostra suavidade e cremosidade, notas minerais, frescor e delicadeza. 100% Cinsault e com 11,5% de teor alcóolico, recebeu expressiva pontuação, sendo 92 pt no James Suckling, 90 pontos junto a Tim Atkin e 92 no Descorchados.

Onde comprar: St. Marché (SP), Ville du Vin (SP), Covabra, Adega Hara (Rj), Rede Real (RJ), Ary Delicatessen (RJ), Adega Brasil (PR), Tauste (Interior SP), Perini (BA), Empoorio Frei Caneca, Terrunyo (RS), Rede Confiança (Interior SP), Sumerbol (Interior SP), Rede Brait (Interior SP). 

Os dois novos vinhos chegam ao mercado com o valor de R$ 120,00 e já estão disponíveis.
 Em Curitiba, os rótulos são encontrados na Adega Brasil. 

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual