Pular para o conteúdo principal

João Portugal Ramos no Brasil para o lançamento do seu primeiro espumante

 Referência mundial em enologia, João Portugal Ramos elabora vinhos em diversas regiões de Portugal. Conhecido pelos rótulos brancos e tintos de grande personalidade, ele estreou no mundo dos espumantes recentemente e veio ao Brasil para o lançamento do Marquês de Borba Brut Rosé, surpreendentemente elaborado no Alentejo.
A surpresa deve-se ao fato de que a região no sudeste de Portugal é conhecida pelas altas temperaturas, o que não é o mais indicado para a elaboração de vinhos espumosos, e também porque a Bairrada é que tem tradição neste tipo de vinho. Porém, a habilidade de João Portugal Ramos, e o trabalho impecável nos vinhedos e na vinícola, possibilitaram a criação deste novo rótulo de elevado frescor e alta qualidade, o que prestigia a vinícola perante os melhores espumantes mundiais.  O enólogo fez este espumante especialmente para o casamento de sua filha. Motivado pela avaliação empolgante dos convidados do evento, iniciou a produção deste magnífico vinho, elaborado pelo método champenoise (segunda fermentação na garrafa), que leva na composição as uvas Pinot Noir, Touriga Nacional e Aragonez. A preferência pela casta francesa Pinot Noir, uma das principais na composição dos champanhes, deu-se pela elegância distinta desta uva que, acompanhada das duas outras nativas de Portugal, confere os aromas complexos, o frescor e o final seco e longo em boca. 
 O diretor da Porto a Porto Pedro Corrêa de Oliveira, responsável por trazer os rótulos para o Brasil, o renomado enólogo João Portugal Ramos e o chef Dudu Sperandio, do Ernesto Ristorante, local escolhido para o almoço de apresentação do espumante Marquês de Borba Brut Rosé.
O elegante espumante alentejano Marquês de Borba Brut Rosé 2014 (blend de uvas Pinot Noir, Touriga Nacional e Aragonez), tem linda cor salmão clara, perlage fino e persistente, aromas delicados de frutos cítricos e lichia, longo sabor em boca. O espumante foi harmonizado com pães artesanais, beringela marinada, com e com a deliciosa battuta de mignon com gema, alcaparras crocantes e caviar de trufas negras.  A salada de polvo com pinoli, tomate cereja, batatinha, molho pesto e crocante de Grana Padano ficou divina acompanhada do refrescante e aromático Marquês e Borba branco 2016.
Marquês de Borba tinto 2016, produzido com as castas Aragonês, Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Trincadeira, tem aromas de frutos vermelhos, ressaltando especiarias e ervas. Taninos macios e acidez equilibrada. Um vinho agradável e fácil de harmonizar e para acompanhá-lo o chef Dudu escolheu o Pappardelle de mignon com ragu de paleta de cordeiro assada com o mesmo vinho Marquês de Borba tinto, tomates concasse, salsinha e Grana Padano. Perfeito!
O refinado, potente e premiado Marquês de Borba Reserva 2014 (Trincadeira, Aragonês, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon), é sem dúvida uma explosão de aromas e sabores. Tem cor rubi linda e intensa, aromas florais, especiarias e herbácio. Tem acidez elegante, taninos finos e muito agradáveis e um final de boca longo e persistente. Vinho de guarda excepcional para grandes comemorações. Para harmonizar com esse tinto vigoroso, uma carne cai maravilhosamente bem e por isso foi escolhido a Tagliata de Mignon com molho de trufas negras e legumes assados caramelizados com mel de trufas brancas


Na foto ao lado, o Duorum Vinha de Castelo Melhor Porto Vintage 2008, que foi degustado com o Tiramisù.
  
Desde 2007, juntamente com o também enólogo José Maria Soares Franco, possui o projeto Duorum, uma parceria vinícola exclusivamente dedicada ao Douro. A vinícola Duorum é um dos grandes orgulhos de João Portugal Ramos e já foi eleita o melhor projeto europeu de gestão de biodiversidade, paisagem e espaço rural. Os vinhos assinados por João Portugal Ramos são trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.


Importadora Porto a Porto:
@portoaporto

Fotos: Márcia Toccafondo

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual