Pular para o conteúdo principal

É primavera e o produtor Zauri Junior indica diferentes flores para variados estilos de festas

O que seria de uma festa sem a pessoa certa para orquestrar tudo? Exatamente este é o trabalho de um produtor de eventos, é ele quem transforma o sonho de uma pessoa, no dia/festa mais incrível. E para isso, ele precisa de alguns componentes que ajudem nesta transformação: como as flores, por exemplo.
E por falar nelas, estamos entrando na primavera, a estação onde todas as flores mais lindas são uma atração à parte nas festas. Mesmo as que antes não se encontravam com facilidade no Brasil, agora a tecnologia fez com que assumissem lugar de destaque, como as tulipas.
 Mas escolher as flores que combinam com o estilo e nos tons que fazem parte da paleta de cores da decoração da festa não é uma tarefa simples ou para qualquer profissional, ainda mais para quem não sabe diferenciar uma dália de uma margarida.
Nesta época muitas flores entram num custo benefício bem legal, porém existem algumas que são as mais presentes em casamentos no Brasil. O produtor de eventos Zauri Junior traçou um “guia” de como elas devem ser usadas e inclusive com o estilo de noiva.

Tulipas - As tulipas começam a aparecer nas gôndolas a partir de abril, quando o clima fica mais ameno. São usadas nos arranjos mais estratégicos da festa, ou mesmo sozinhas em pequenos vasos em casamentos mais clean. Os buquês com tulipas também são muito requisitados, especialmente na cor branca. Tulipas significam “declaração de amor” e suas cores trazem muita alegria e harmonia para o buquê da noiva e também para os arranjos das mesas da recepção.

Orquídeas - As orquídeas podem ser encontradas o ano todo. Em casamentos, elas estão presentes nos arranjos maiores e com mais destaque. É ainda uma das flores mais presentes nos buquês das noivas brasileiras. Orquídeas como as phalaenopsis e denphal são as preferidas das noivas clássicas. Já as modernas optam pelas orquídeas chuva de ouro, chocolate e cymbidium, por terem um formato mais desconstruído e solto.

Rosas - As rosas também são abundantes em todas as estações. As mais usadas em casamentos são as rosas spray ou na versão miniatura, que trazem leveza para qualquer arranjo. A nova aposta para festas no Brasil, que promete substituir as peônias no posto de queridinhas, são as rosas de jardim, que são maiores e apresentam um formato diferente da tradicional. São escolhidas também devido à grande variedade de cores que elas possuem, além de serem felizes na combinação com as outras flores. As cores que encontramos de rosas nacionais são: branca (a conhecida avalanche), amarela, laranja (ou coral), vermelha (a famosa carola) e tons variados de rosas (do rosa claro ao rosa mais forte como a pink Hot Princess). Nas importadas encontramos cores como: as rosas de cor creme, verde, lilás e uma variedade grande das bicolores, além das cores usuais, como branca, amarela, laranja e vermelha. Símbolo do amor e do romantismo, a rosa pode ter variações de significado, de acordo com a sua cor.
Boca de Leão – Muito utilizada para decorar as mesas da recepção, a boca de leão tem uma essência mais rústica, ideal para ser harmonizada em vasos finos e altos. Simboliza a elevação espiritual.
Astromélia - As astromélias são uma das flores mais usadas em decoração de casamentos, dada a sua resistência, beleza e durabilidade. Significam felicidade e amizade eterna.
Copo de Leite - Para as noivas que gostam de um ambiente com estilo moderno e único, as flores copo de leite são a escolha ideal para compor a decoração da igreja ou da festa. Por ser uma flor imponente e alta, ela deixa o ambiente mais elegante e é normalmente usada em grande quantidade, em arranjos únicos. São típicas do mês de setembro, e por isso muito usada na primavera.

Gérbera - A gérbera pode ser encontrada o ano todo e é usada em casamentos e comemorações com clima mais rústico, campestre e eventos durante o dia. Para quem busca um arranjo único, em um solitário, pode apostar nessa espécie sem medo. Simples e elegante, simbolizam a humildade, a simplicidade, a vida e a energia.

Lírios - Abundantes durante os 12 meses do ano, os lírios são versáteis e combinam com os mais diferentes estilos de buquês, dos clássicos aos desconstruídos. Em casamentos, o mais comum é usar os lírios brancos e amarelos para a decoração, juntamente com folhagens verdes. Essa combinação fica bem elegante em vasos, mesas ou como espaços na decoração. Os lírios representam a pureza e o respeito.

Gipsofilas - Mais conhecida como mosquitinho, a espécie é muito usada em buquês das daminhas, coroas de noiva e damas e decoração do cortejo de cerimônia. Uma flor que passou a ser a estrela de uma festa de casamento e render uma decoração delicada e inesperada. Apesar de simples, ela pode ficar elegante se usada em grande quantidade. Têm como significado a felicidade.

 

Cada vez mais as festas estão com os orçamentos contados e por isso mesmo a necessidade de um profissional que entende dos bastidores para dar o maior e melhor destaque na festa. “Não existe uma flor ou decoração ideal, mas existe sim a que mais se encaixa no perfil, no gosto e no orçamento de nossas clientes. E é esse nosso papel, saber transformar e deixar tudo melhor que a expectativa da nossa cliente”, explica Zauri Junior, profissional com experiência de mais de 10 anos.

Zauri Junior
Instagram: @zaurijuniorcenografiaeeventos
Facebook:@zaurijunior  
Foto: divulgação

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual