Pular para o conteúdo principal

O Ile de France comemora 65 anos em grande estilo

Não tem como não se encantar pelo Ile de France a cada vez que se volta.  Um restaurante francês tradicional e impecável em muitos quesitos. Elegante, tem ambiente agradável e serviço formal impecável. Estive lá para a colebração dos 65 anos da casa, que acontece nesse mês de abril,  e olha que esses números são incríveis, já que nos dias de hoje muitos fecham as  portas ao público muito rapidamente. O Ile de France mantém há mais de seis décadas o mesmo padrão classe A da casa, e se reiventa. Não é para qualquer restaurante! Os clássicos franceses do menu, são preparados com carinho e esmero e cativam e cultivam a fiel clientela. Se você ainda não conhece, fica a dica. Imperdivel!
Dentro das comemorações do aniversário, o Ile de France traz novidades no menu: “Prix Fixe”: três menus selecionados que incluem entrada, prato principal e sobremesa a preços fixos, como diz o próprio nome. 
O couvert tradicional: Pães, manTeiga, paté maison, azeitonas e ratatouille.
O cliente pode experimentar clássicos da casa como por exemplo: Endive en Salade, Filet de Poisson Aux Raisin e Crème de Framboise por R$ 144,00 por pessoa.
Hors d'ouvre: Endives en Salade: Folhas de endívia com roquefort, amêndoas e maçã.
 Já o menu intermediário inclui também iguarias como Vol-au-vent de Crevettes, Confit de Canard e Profiterole au Chocolat e é servido a R$ 156,00 por pessoa.
 Entrée: Vol-Au-Vent de Crevette: Folhado recheado com camarão.
Em uma alternativa ainda mais especial o cliente  pode compor os três tempos do serviço com opções como: Steak Tartare, Filet Poisson et Sauce Tomate e Crêpe Suzette a R$ 178,00 por pessoa.
Plat: Filet de Poisson aux Amandes: Congrio com amêndoas e legumes gratinados.
Plat: Filet Roquefort : Mignon ao molho roquefort. 
 Dessert: Profiterole ao chocolat: Carolina com sorvete, calda de chocolate quente e amêndoas caramelizadas. 
 Cintia Peixoto com Clara Decock.
 Comigo na foto, o proprietário Jean Paul Decock.
 Os clientes e convidados, para a comemoração dos 65 anos do restaurante, receberam juntamente com o lindo convite, um cadeado para ser fixado na entrada do Ile de France, lembrando a Pont des Arts, em Paris. As chaves serão jogadas no Rio Sena, que cruza a famosa ponte dos cadeados, ainda em 2018. Foi uma bela declaração de amor pelo mais antigo clássico francês da nossa capital paranaense. O meu ficou lá com as minhas iniciais.
Logo na entrada, subindo as escadas, o ambiente é glamoroso com as poltronas e cadeiras em capitonê e paredes em vermelho. As plantas ornamentais deixam o ambiente leve. Uma bela lareira traz aconchego em dias frios. 
O papel de parede com as arandelas dá um toque intimista ao restaurante.
Muitos detalhes encatadores.
Fotos por Márcia Toccafondo

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual