Pular para o conteúdo principal

Destinos de montanha e interior são tendência para o feriado de Páscoa no Airbnb

Mais de 95 mil hóspedes escolheram o aluguel por temporada por meio da plataforma para passar os três dias do feriado, 95% a mais que em 2017 
A Páscoa está chegando e mais de 95 mil pessoas já escolheram, com a ajuda do Airbnb, onde irão passar os três dias do próximo feriado nacional. A recém chegada do outono já mostra uma mudança na procura das viagens e fez com que muitos usuários trocassem os trajes de banho por roupas mais confortáveis. Com base nas reservas já realizadas, a plataforma criou uma lista dos destinos que podem ser considerados tendência para a data.
Diferentemente do apresentado nos feriados anteriores, de Réveillon e Carnaval, onde as cidades praianas eram maioria absoluta dentre as preferidas dos usuários do Airbnb, na Semana Santa começam a aparecer nos destaques também destinos de montanha e no interior como Ribeirão Preto, Foz do Iguaçu, Atibaia, São José do Rio Preto e Bento Gonçalves, todos com crescimentos entre 254% e 485%* no número de hóspedes com relação ao mesmo período de 2017. 
“A Páscoa é tradicionalmente um feriado para se passar com a família e, aqui no Airbnb, nos orgulhamos por oferecer opções para todos os tipos de viajante, incluindo as viagens em grupo. Depois do lançamento da Coleção de Viagens em Família, que reúne em um só lugar os anúncios ideais para esse público, ficou muito mais fácil buscar um imóvel que atenda às necessidades familiares” explica Leo Tristão, diretor geral do escritório brasileiro do Airbnb.
O Airbnb também comemora os excelentes resultados da Semana Santa para sua comunidade. O número de chegadas de hóspedes para a data cresceu 95% em 2018 com relação ao ano anterior e a renda média de um anfitrião típico no Brasil será em torno de R$ 1.155 para os três dias de feriado. 
Confira abaixo na íntegra a lista  dos destinos que mais cresceram em número de chegadas de hóspedes para o feriado pelo Airbnb, que tem como primeiro lugar a cidade paulista de Itanhaém, com um crescimento de 779% com relação à 2017. Já no ranking das cidades que mais receberão hóspedes do Airbnb durante a Páscoa figuram nas primeiras posições três grandes capitais: Rio de Janeiro, Florianópolis e São Paulo.  

*Top 10 destinos tendência para o feriado (cidades com os maiores crescimentos em número de chegadas de hóspedes para a Páscoa com relação à 2017):
1.         Itanhaém, SP - 779%

2.         Ribeirão Preto, SP - 485%
3.         Vitória, ES - 380%

4.         Foz do Iguaçu, PR -  293%

5.         São José do Rio Preto, SP - 292%

6.         Atibaia, SP - 268%
7.         Bento Gonçalves, RS - 254%
8.         Praia Grande, SP - 249%
9.         Guarapari, ES - 231%
10.       Balneário Camboriú, SC - 220%

Top 10 destinos nacionais mais reservados no Airbnb para a Páscoa:
1.         Rio de Janeiro, RJ

2.         Florianópolis, SC
3.         São Paulo, SP

4.         Guarujá, SP 

5.         Búzios, RJ

6.         Ubatuba, SP
7.         Canela, RS
8.         Cabo Frio, RJ
9.         Arraial do Cabo, RJ
10.       Bombinhas, SC
 Fotos: Divulgação.

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual