Pular para o conteúdo principal

O aplicativo Frida Karro chega hoje trazendo mulheres ao volante





O aplicativo de mobilidade urbana Frida Karro começa a operar neste fim de semana em Curitiba para revolucionar o mercado da área. O novo serviço, 100% curitibano, traz como grandes diferenciais a exclusividade de motoristas mulheres, valor mais acessível que a concorrência e um inovador sistema de segurança armada. A festa de lançamento do Frida Karro será realizada nesta sexta-feira (dia 1º), a partir das 22 horas no Taj Bar, no bairro Batel.
As versões para smartphones do aplicativo podem ser baixadas a partir deste sábado (dia 2) nas lojas virtuais Play Store (para sistemas Android) e Apple Store (para sistemas IPhone).
Marcello Lombardi, (foto) idealizador do Frida Karro, destaca que a ideia de selecionar apenas mulheres motoristas foi baseada em estudos que comprovam que elas são mais cuidadosas ao volante. “Além disso, as mulheres transmitem mais segurança e confiança para aqueles que, como eu, têm filhas adolescentes que saem na balada e voltam de táxi ou usam aplicativos de transporte”, afirma.
E, pensando também na segurança das motoristas e dos passageiros, o Frida Karro inova ao ser o primeiro aplicativo de mobilidade urbana a contar com um sistema de segurança armada. Todos os carros do serviço terão um botão de pânico, que será acionado em caso de desvio de rota ou atividade suspeita por parte do passageiro ou da motorista. Ao todo, serão mais de dez centrais 24 horas da empresa Veter espalhadas pela cidade para garantir a segurança das motoristas e dos passageiros. Com isso, a estimativa é que, depois de acionado o botão de pânico, uma equipe tática leve em torno de 5 minutos para chegar até o veículo.
O Frida Karro inicia os trabalhos em Curitiba com mais de 400 motoristas cadastradas para atender os usuários. Além delas, muitas outras já fizeram cadastro e estão sendo validadas para o trabalho após a participação em diversas palestras de apresentação do projeto. Esses eventos contaram com o depoimento de mulheres com grande destaque profissional em Curitiba, como a atriz Regina Vogue, a diretora do Procon-PR, Cláudia Silvano, e a fundadora do Clube da Alice, Mônica Berlitz. Todas destacaram a importância da inovação e do empreendedorismo do Frida Karro, principalmente por parte das mulheres. “Temos que buscar sempre o crescimento na carreira, ter paixão pelo que fazemos. Devemos sempre inovar e não ter medo do novo, só assim preservamos nossa liberdade. Por isso, acredito muito no sucesso do Frida Karro”, exalta Regina Vogue.
A meta dos investidores do projeto é ter mil mulheres cadastradas em Curitiba até o final do ano. Para ser uma motorista do Frida Karro basta preencher um formulário no site do aplicativo (www.fridakarro.com.br) e preencher alguns pré-requisitos, como ter carteira de motorista com EAR (exercício de atividade remunerada), que pode ser solicitado no Detran, certidão negativa de multas e antecedentes criminais e ser maior de 18 anos. Também é possível obter mais informações pelas mídias sociais do Frida Karro: facebook.com/fridakarro e @instafridakarro no instagram.
A foto de Marcello é de Fábio Stella e as do aplicativo por Márcia Toccafondo.

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual