Pular para o conteúdo principal

Vinhos espanhóis da Premium Fincas chegam ao Brasil pela Porto a Porto

O renomado produtor Oscar Montaña, conhecido por seus rótulos elaborados na Rioja, associou-se com outras tradicionais famílias espanholas para a criação do grupo Premium Fincas, com a intenção de produzir vinhos de alta qualidade nas melhores denominações da Espanha. Além dos rótulos Marqués de Tomares, já conhecidos pela excelência na tradução do terroir das denominações Cava e Rioja, o grupo possui as bodegas Nuestro, na DO Ribera del Duero, e Chan de Rosas, na DO Rías Baixas – Galícia. São vinhos que representam o que há de melhor em ambas as regiões que chegam ao Brasil agora, trazidos pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora.
Da DO Rías Baixas, na Galícia, vem o rótulo branco Chan de Rosas, criado pelo enólogo Marcos Lojo a partir de vinhedos no Vale de Salnés, em Pontevedra. O solo granítico e o clima atlântico dão a este vinho 100% Albariño (a Alvarinho portuguesa) as excelentes notas frutadas e florais. O vinho passa por um processo de contato com as borras que confere maior complexidade de aromas e sabores. Da mesma Denominação, e elaborado pelo mesmo processo, vem também o Chan de Rosas Cuvée Especial (também 100% Albariño). Parte deste vinho fermenta em barricas novas de carvalho francês, que é o que basicamente o diferencia. É fresco, persistente e untuoso em boca, além de apresentar aromas intensos de flores e frutas brancas, com notas cítricas.
Ribera del Duero é a DO mais importante das cinco existentes na região de Castilla y León, no centro da Espanha. Localizada a 130 quilômetros de Madri, a região possui inúmeras vantagens para a produção de vinhos da uva Tempranillo, lá chamada de Tinto Fino ou Tinta del País. Lá originam-se os vinhos da linha Nuestro, da família Diaz Bayo. A sede da vinícola está em Fuentelcésped, província de Burgos e coração desta região que cada vez mais ganha admiradores pela excepcional qualidade de seus vinhos. Todas as uvas que elaboram os vinhos da linha Nuestro provêm de vinhedos próprios que são cultivados de forma orgânica (sem a utilização de agrotóxicos ou fertilizantes químicos). A Ribera del Duero é marcada pelo clima extremo, com invernos longos e secos e verões muito quentes. O solo é basicamente de calcário, que ajuda a obter um vinho com boa acidez e grande capacidade de envelhecer na garrafa.
 Três são os rótulos Nuestro lançados no Brasil agora. O Nuestro Roble é elaborado com a Tempranillo (Tinta del País), de vinhas localizadas a 910 metros de altitude, com vinhedos de, em média, 20 anos. Amadurece por 6 meses em barricas de carvalho americano e francês e posteriormente estagia 6 meses em adega antes da comercialização. Apresenta aromas intensos de frutas vermelhas, ervas e um toque tostado. Em boca, prevalecem as frutas e os toques minerais. 
O Nuestro Crianza também é produzido com Tempranillo (Tinta del País), mas estagia por 12 meses em barrica de carvalho francês e americano e depois descansa 12 meses na garrafa antes de ir para o mercado. Apresenta aromas de frutas negras maduras, toques balsâmicos e de especiarias combinados com notas de chocolate e alcaçuz. Um vinho saboroso, com boa acidez, fresco e elegante. 
O Nuestro 20 Meses provém de vinhedos de 70 anos da uva Tempranillo (Tinta del País), localizados a 900 metros de altitude. Este vinho estagia por 20 meses em barrica de carvalho francês e posteriormente descansa aproximadamente 18 meses em garrafa na adega para estabilização. No nariz, frutas negras, balsâmicos e minerais com toques de café, chocolate e alcaçuz. Potente, encorpado, equilibrado e saboroso, em boca predominam as notas de frutas maduras.
Preço sugerido, em Curitiba:
Nuestro Roble: R$63,90
Nuestro Crianza: R$84,90
Nuestro 20 Meses: 188,90
Chan de Rosas Albariño: R$89,90
Chan de Rosas Albariño Cuvée: R$89,90
 Em Curitiba, onde encontrar:
Adega Brasil, Adega Franco, Casa da França, Celeiro Municipal e MHG Distribuidora. 
Fotos: Divulgação.

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual