Pular para o conteúdo principal

"Do Vinho Pro Mundo" por Melissa Crocetti

Melissa Crocetti ministra curso legal sobre vinhos sem você precisar sair de casa e não é à distância. No curso "Do Vinho Pro Mundo" a proposta é degustar e conhecer vinhos, na comodidade do seu espaço. E tem coisa melhor do que reunir os amigos em casa para conversar e experimentar vinhos? Com essa ideia em mente a jornalista e sommelière Melissa Crocetti resolveu criar o curso Do Vinho Pro Mundo, em Curitiba. A proposta é promover uma degustação diferenciada: parte-se da experimentação paraa geografia e as características do local onde o vinho produzido. Da prática para a teoria. As questões fundamentais da história e da cultura do vinho são abordadas em aulas independentes: não há módulos, nem sequência fixa. São eles, os vinhos, que guiam os encontros. E o melhor: ela​, a Melissa,​ e os vinhos vão até a sua casa promover a degustação. Basta ter um número mínimo de cinco pessoas.
 “O universo dos vinhos é muito amplo e eu queria montar aulas que partissem do vinho que experimentamos para a explicação teórica”, diz. “Claro que existe uma introdução sobre como é feita a bebida e a sua longa​ história, mas não queria falar da França inteira e só apresentar um vinho de Bordeaux, por exemplo, sendo que a produção francesa é muito diversificada e rende dezenas de aulas”. Se os vinhos são Primitivo de Manduria, ela fala sobre o sul da Itália; se são de Pinot Noir, fala-se da Borgonha, na França, ou então de Casablanca, no Chile; se é Filipa Pato, vamos falar da Bairrada, em Portugal. E assim por diante. Os rótulos degustados serão do Novo Mundo e do Velho Mundo e há a preocupação de ter vinhos que os alunos possam encontrar no supermercado/lojas, com bons preços. “Acredito que o mais interessante do vinho é isso: surpreender-se com suas histórias, lendas e métodos. É um universo incrível, imenso e um caminho sem volta; quem começa a estudar e degustar, se apaixona”, finaliza.
 As aulas são informais e o público alvo são apreciadores de vinhos que buscam conhecer mais sobre a bebida e sua história, para aumentar o prazer da experiência, mas que não têm intenção de se profissionalizar no setor. Também pessoas que gostam de um bom bate-papo entre uma taça e outra. “Festa boa é aquela na qual você chega e já te entregam uma taça; nas aulas sigo essa mesma regra, assim os encontros fluem de uma maneira mais solta e as pessoas se sentem livres daqueles pré-conceitos de que o vinho é algo inacessível ou elitizado. Vinho é para todos os que gostam de vinho e ponto”.
 Cada aula tem, em média, 2h30 de duração. Para outras informações acesse facebook.com/dovinhopromundo/, mande um e-mail para melissa.crocetti@gmail.com ou através do telefone 41 99530-9990.
Crédito da Foto: Lisa Ross.

Postagens mais visitadas deste blog

Curitiba 18💙18 distribui 270 toneladas de alimentos

  Campanha de financiamento coletivo arrecada R$ 991.841 em 18 dias em prol de ONGs de Curitiba e Região Metropolitana. Uma campanha em torno do número cabalístico 18. Assim foi a Curitiba 18 18 , uma iniciativa da Comunidade Israelita do Paraná, que foi abraçada por muitos curitibanos, pessoas físicas e jurídicas.   A ação foi inspirada na campanha original de São Paulo, realizada algumas semanas antes. A arrecadação total pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria foi de R$ 991.841,00, que estão sendo transformados em 270 toneladas de alimentos para mais de 9 mil famílias.   A distribuição já começou e continuará nas próximas semanas, com o apoio logístico da Trans Pizzatto. O número 18 foi escolhido por simbolizar a vida, transformando alimentos em esperança para as famílias mais necessitadas, situação agravada pela pandemia. “18 simboliza ‘chai’, que é vida em hebraico. E o coração, uma ponte para outra vida. Pessoas ajudando pessoas. Uma forma de honrar essa terra que t

Conheça os eventos na Itália e na França que vão celebrar Leonardo da Vinci em 2019

Com 28 de anos de história a Teresa Perez Tours é especialista em criar e reinventar roteiros personalizados e não poderia ficar de fora das comemorações dos    500 anos da morte de Leonardo Da Vinci , no  ano de 2019.  Da Vinci,  considerado, graças às suas contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, um dos artistas mais completos que o mundo já conheceu. O gênio italiano morreu no dia 2 de maio de 1519 e, como não poderia deixar de ser, o tema vai inspirar atrações ao longo do ano na Itália, país de origem do artista, e na França, onde passou os últimos dias de sua vida. Na programação, mais de 500 eventos com o objetivo de criar um movimento popular e artístico através de uma programação variada, que aborda temas relacionados à figura do artista e ao Renascimento - período em que viveu -, como arquitetura, gastronomia, artesanato, ciência e inovações tecnológicas.   Legado e raízes na Itália Na Itália, uma série de celebrações estão planejadas e du

Brasil abre 2018 com 16 prêmios para os espumantes brasileiros na Espanha

Vinhos e espumantes são reconhecidos por júri internacional formado por 40 experts A conquista de mais prêmios internacionais para vinhos e espumantes brasileiros começou mais cedo este ano. O país verde e amarelo acaba de conquistar 16 medalhas no Concurso Internacional de Vinos y Espirituosos (CINVE) 2018 , realizado de 12 a 14 de fevereiro no Complexo Cultural de São Francisco, na cidade de Cáceres, na Espanha. A entrega da premiação acontecerá dia 13 de abril no Hotel Villamagna, em Madri .   O concurso reuniu 705 amostras de 14 países. Um júri formado por 40 experts distinguiu quatro vinhos e 12 espumantes brasileiros . O diretor da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Marcos Gabbardo, esteve representando o Brasil e destaca que foi possível avaliar, principalmente, vinhos da Península Ibérica, além de produtores do Novo Mundo e Velho Mundo. “Todas as avaliações foram realizadas às cegas por jurados internacionais, permitindo a valorização da diversidade e qual