CRIA abriu as portas para as startups de Curitiba com evento que reuniu mil pessoas

O primeiro hub de empreendedorismo da capital paranaense compartilha espaço
para o desenvolvimento de ideias inovadoras. 
Cerca de mil pessoas participaram, nesta quinta (13), da inauguração do Campus Rebouças de Inovação e Aceleração – CRIA CWB, instalado na extinta fábrica das Ceras Canário, no bairro que é o coração do Vale do Pinhão. “Hoje é só o começo do futuro dos nossos negócios. Acreditamos no poder de transformar a vida das pessoas a partir do compartilhamento de boas ideias”, disse Ricardo Cansian, que coordenou a implantação do CRIA, à frente de um grupo de empreendedores privados.
O antigo barracão foi totalmente reconfigurado para abrigar startups especializadas em cidades inteligentes, construções sustentáveis e energias renováveis. O prefeito Rafael Greca, ao cenrtro na foto, saudou o investimento como uma contribuição decisiva para o desenvolvimento do ecossistema de inovação da cidade. E destacou que ao instalar-se a poucas quadras do prédio público que é o símbolo do Vale do Pinhão – e sede da Agência Curitiba de Desenvolvimento – o CRIA transforma a Rua Engenheiros Rebouças na “rua da inovação” da capital. Para Beto Marcelino, diretor de novos negócios do iCities, o CRIA será a plataforma ideal para impulsionar voos mais altos das startups curitibanas. “Esse ambiente aberto, inovador, feito para favorecer o encontro e a troca de ideias, será um grande construtor de projetos e de empresas.”

Foto: Gabriel Rodrigues/Divulgação.

Comentários