Grupo de pianistas tocará por 24 horas ininterruptas em Curitiba

Uma maratona musical. Pianistas do Coletivo PIANOVERO e pianistas convidados irão realizar em Curitiba o que é considerado como a peça para piano solo mais longa da história, a obra VEXATIONS, do compositor e pianista francês Erik Satie. O recital acontece na Sala de Exposições do Teatro Guaíra nos dias 24 e 25 de novembro, das 19h30 às 19h30.
VEXATIONS foi escrita em 1893, resgatada do esquecimento em 1949 por Henri Sauget, um amigo de Satie, e apresentada pela primeira vez em 1963 por John Cage em Nova York. Em 2018, o Coletivo PIANOVERO recria a performance, com a participação de mais de 20 pianistas, que se revezarão durante 24 horas para executar a obra seguindo as instruções do compositor para se tocar 840 vezes em sequência, "dentro de um grande silêncio e de uma imobilidade séria".
A performance será realizada pelo Coletivo PIANOVERO e pelos pianistas convidados Alberto Heller, André Bertoncini, Beatriz Deschamps, Julia Saggin, Soraia Luders, Wilson Dittrich e Zelia Chueke. 
Segundo a diretora musical, Vera Di Domênico, a grande extensão da obra torna sua execução e audição um desafio transcendente, apesar da aparente simplicidade. “Nós apresentaremos esta obra em sua totalidade em Curitiba, e acreditamos que tal repetitividade nos leva a refletir sobre o paradoxo da cultura contemporânea, que sobrevive tanto pela repetição obsessiva e plana de certos motivos - como bem retratou Andy Warhol em sua pop art - como na renovação doentia de produtos para consumo. Mas a repetitividade também detém um diálogo com a afetividade: a repetição é um fator constitutivo da nossa percepção do mundo e da sedimentação de um repertório particular, ao transformar o desconhecido ou exótico em familiar e pessoal”.
A performance será transmitida ao vivo em tempo integral e o público poderá circular à vontade, respeitando um nível de silêncio necessário à audição do instrumento. 
Coletivo PIANOVERO (Facebook e Instagram - @coletivopianovero)
NA foto de divulgação: o Coletivo Pianovero.

Comentários