Fui conhecer o Kahlua restaurante e deixo aqui a dica para a sua próxima experiência gastronômica

Curitiba ganhou mais uma opção saborosa para os adoradores da boa mesa em ambiente bonito e agradável - o restaurante Kahlua, na Água Verde.  A casa é linda, aconchegante, cercada de verdes jardins e a gastronomia é excelente e com preço justo.  Os quiosques acrescentam charme para os dias e noites mais quentes e é convidativo para um happy hour. Kahlua é dedicado à gastronomia contemporânea inspirada em pratos da cozinha portuguesa e italiana.  Com pegada de bar, oferece desde opções para jantar até petiscos variados para happy hour.


O cardápio que inclui bacalhau, sardinhas em vários preparos, mignon, massas e risotos foi criado pelo chef consultor Sidnei Valério. E na cozinha do restaurante está a chef Rita Delae. As sardinhas da minha foto são preparadas à moda do Porto e acreditem, custa R$18,00 o prato com 3. As porções são muito bem servidas e a maioria pode ser compartilhada. 
 O palmito de pupunha assado com crispes de alho poró cogumelos frescos é muito saboroso e com uma bela apresentação.
 Entre os pratos principais, o tradicional bacalhau ganha três versões: o Bacalhau à Lagareiro (R$ 89), posta alta de lombo de bacalhau Gadus Morhua assada, servida com batatas assadas, azeitonas pretas, alho confit e tomate assado; o Caldo de Bacalhau Avó Albina (em homenagem à avó do proprietário) é a posta de bacalhau cozida com batatas, acompanhando vinagrete, arroz branco, azeite e pão. Custa R$ 110. São pratos fartos, que servem até duas pessoas. Tem ainda um prato para quem tem menor apetite, mas não abre mão de muito sabor: as Lascas de bacalhau ao confit de alho (R$ 46), com 130g de bacalhau assado no azeite e alho, arroz branco, pão e azeite.
 Para quem prefere carnes, são também várias sugestões, como o Contrafilé de Angus (R$ 69), servido com legumes salteados na manteiga, mini batatas assadas e marmelada de cebola ou o Mignon Chef Sidnei (R$ 63), um Medalhão de mignon grelhado com crosta de gorgonzola e bacon, acompanha um risoto à escolha do cliente. Entre as massas, todas feitas no próprio restaurante, destaque para o Ravióli quatro queijos (R$ 34), recheado com provolone, gorgonzola, mozzarella e parmesão, servido com emulsão de manteiga e manjericão.
Para os vegetarianos, o Kahlua oferece vários pratos, como o Risoto de Palmito (R$ 35), Risoto Marguerita (R$ 29) e Ravióli di Zucca (R$ 22). Já as crianças podem degustar pratos feitos sob medida para elas, como o Purê de batatas com tiras de mignon, arroz e batata frita (R$ 22).
Para a sobremesa, a aposta é em clássicos como o Mil folhas recheado com creme mascarpone e coberto com compota de frutas vermelhas (R$ 19) e o Brownie, coberto com crocante de nuts, calda de chocolate e sorvete de creme (R$ 18). Está na cara que eu gostei muito?
 O empreendimento é comandado pelo empresário Marco Aurélio de Souza, um advogado que deixou a profissão para investir em seu grande sonho: um espaço como o que gostaria de frequentar. Kahlua – que significa segundo filho, em havaiano – faz referência direta a Marco Aurélio, que vem de uma família apaixonada por gastronomia. 
O Kahlua funciona de terça a sexta-feira, das 16 às 23 horas. Sábados e domingos, das 11h30 às 23 horas. Fica na Rua João Antônio Xavier, 303, Água Verde. A casa não cobra a taxa de rolha e tem estacionamento próprio. Informações e reservas pelos telefone: 41 3082-8299. 
Fotos: Márcia Toccafondo

Comentários