"Que a felicidade não dependa do tempo, nem da paisagem, nem da sorte, nem do dinheiro. Que ela possa vir com toda simplicidade, de dentro para fora, de cada um para todos. Que as pessoas saibam falar, calar, e acima de tudo ouvir. Que tenham amor ou então sintam falta de não tê-lo. Que tenham ideais e medo de perdê-lo. Que amem ao próximo e respeitem sua dor. Para que tenhamos certeza de que: “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade”. - Carlos Drummond de Andrade -

22 de novembro de 2016

Um passeio excepcional na Caves Messias, em Portugal

Em Portugal, na ótima companhia de alguns integrantes da equipe das importadoras Porto a Porto e Casa Flora, fomos conhecer a histórica Caves Messias, fundada em 1926, por Messias Baptista, em Mealhada, na região da Bairrada, Portugal. São 6.00m² de instalações e aproximadamente 160 hectares de vinha, sendo 70 hectares destinados à produção dos vinhos Quinta do Valdoeiro. Em 2016, a Messias completou 90 anos de excelência em vinhos portugueses.
Fomos recepcionados por nada menos que a especialíssima pessoa de Messias Vigário, terceira geração da família proprietária e a primeira a exportar seus rótulos para os Brasil. A Caves Messias produz vários rótulos nas principais regiões demarcadas: Bairrada, Dão, Douro, Vinho Verde, Beiras e Vinho do Porto, mas o principal produto e o queridinho, é o festejado vinho do Porto Messias, que dispensa maiores apresentações para o BrasilJuntamente com sr. Messias, fomos conhecer as vinhas da Ferradosa, no Douro, local onde as videiras foram plantadas em 1845 pelo Barão do Seixo, e adquiridas pela família Messias, em 1956.
Com 200 hectares, sendo 130 hectares ocupados com vinhas para a produção do Vinho do Porto e do Vinho Douro Quinta do Cachão, as instalações na Ferradosa possuem 5.000 m² para a fabricação, armazenamento e envelhecimento de vinhos.
Messias Vigário nos conta um pouco de suas muitas histórias e nos apresenta o trabalho fantástico feito por eles, dos primeiros cuidados com o terroir até a chegada dos vinhos as nossas mesas.
Lindas e bem cuidadas videiras da Caves Messias.
Com Messias Vigário ao centro, as equipes Porto a Porto e Casa Flora, conosco: Evandro Giacobbo, Camila PodolakThaís Carvalhal, Rodrigo Correa de Oliveira, Juliana CostaSimone Meirelles, João Pensin, Marian Guimarães, Thiago Torres, Gerson Foltran Jr, Márcio BarbieriMárcia ToccafondoElis Cabanilhas Glaser, Gilza Severo e Roberta Chies.
Em meios às belas vinhas: Camila Podolak, Elis Cabanilhas Glaser, Márcia Toccafondo, Simone Meirelles, Juliana Costa, Thaís Carvalhal, Messias Vigário, Marian Guimarães, Gilza Severo e Roberta Chies.
Como não se encantar com as cores das vinhas? Ora verde, ora amareladas, ora vermelhas... espetáculo da natureza em total harmonia com o homem. (Minha foto por Simone Meirelles).
O engarrafamento do vinho do Porto é realizado em Vila Nova de Gaia, em uma área de aproximadamente 10.000 m² e eu, achei o meu Porto 61.
Messias nos apresenta o processo de vinificação, o processo de remuage, do dégorgement, até o produto final. Aprendizado para a vida!
Misto de encantamento e certa sensação de medo, na lendária e subterrânea Cave Messias, onde os vinhos descansam em ambiente úmido, sem nenhum ruído e longe das luzes e em temperatura estável, para que não percam suas propriedades. Cuidados de pai para filhos.
Encantadora e centenária Caves Messias.
Alguns rótulos apresentados e que degustamos da Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias.  Na contramão, começo pelos tintos: Bairrada Clássico Garrafeira 2010 Messias.  O vinho complexo, estagia apenas em barris de  madeira usado; é aromático e com sabor muito agradável em boca, tendo final longo e elegante. O segundo tinto da foto a ser provado é do Douro, o Messias Vinha Santa Bárbara 2011 - passa 18 meses em barrica, taninos equilibrados, refrescante, com certa mineralidade no aroma e sabor acentuado em boca; de cor rubi muito linda. O Quinta do Cachão é um vinho muito consumido no Brasil, estagia parte em carvalho francês e parte em carvalho americano. É um vinho muito estruturado, com aromas de frutos negros e maduros, sabor agradável e prolongado com notas de chocolate. O quarto vinho da foto é o Messias Vinho Verde (uvas autóctones Loureiro, Azal e Pedernã) e como o próprio nome diz é produzido na região do Vinho Verde. Vinho branco, descompromissado já que o teor alcoólico é baixo, apenas 8,5%; é muito frutado e com um aroma intenso e fresco. Ótimo para aperitivos e geladinhos para os dias quentes. Todos esses rótulos você pode encontrar nas importadoras Casa Flora e Porto a Porto.
Eu não perdi a foto com Messias Vigário, pessoa encantadora e um anfitrião de primeira grandeza.
À mesa com Messias Vigário...16 felizes convidados.
Gosto demais da gastronomia portuguesa e para o almoço, o chef de cuisine da Caves Messias preparou como entrada: Ovas de bacalhau com salada de lâminas de bacalhau, coentro e tomatinhos. Para o prato principal o tradicional Leitão da Bairrada, que é pura suculência. São tantos aromas e sabores, que deu pra ser muito feliz por lá! Todos, logicamente, harmonizados com deliciosos vinhos da  Messias, entre eles, o espumante Quinta do Valdoeiro, da Bairrada, (castas: Baga e Chardonnay). Vinho muito aromático, corpo médio, boa acidez, aromas e sabores de frutos vermelhos maduros.
A sobremesa também foi clássica portuguesa: Pastel de nata, fio de ovos e sorvete com amêndoas. O espetacular é tomar um Porto Messias 1977 na própria casa produtora. Demais!!
Passeio pelas instalações da vinícola.

Nenhum comentário: