Quem sou eu

Minha foto
Este blog nasceu em fevereiro de 2008, para postar eventos em geral, assuntos referentes ao universo da moda, beleza, gastronomia e vinhos.

17 de maio de 2014

Alex Atala em Curitiba no Mesa ao Vivo Paraná...

O chef número 1 do Brasil, Alex Atala, esteve em Curitiba para uma aula show no Centro Europeu, entre outros tantos compromissos, dentro da programação do Mesa ao Vivo Paraná. Ele tem 46 anos, 27 de anos de profissão e festeja os 15 anos do D.O.M. (7° na lista “World's 50 Best Restaurants”), em São Paulo,  atribuindo e dividindo o sucesso do restaurante a sua fiel e competente equipe e afirma: "com pessoas eu construí uma maneira de viver. Pessoas boas  que foram surgindo na minha vida e com as quais eu passo 6 dias da semana sob o mesmo teto. O restaurante foi conectando pessoas e o que conecta as pessoas na terra não é o facebook é a comida".  Alex é o meu ídolo na gastronomia e não é de somenos, a sua simplicidade é comovente! Ele escreveu em seu livro Escoffianas brasileiras "nunca estarei preparado o suficiente para imortalizar a minha obra". Bravo!! É assim que se chega a excelência. Além da sua luta constante para descobrir aqui no Brasil temperos, ervas, algas, entre outros ingredientes, ele mostra para o mundo que os produtos nacionais possuem as mesmas condições de qualidade, brilho e destaque dos mercados gourmets tão festejados em outros países. A sua maior bandeira é o Brasil e nós agradecemos! As fotos tirei do celular, portanto a qualidade não ficou tão boa, mas eu não poderia deixar de registrar. 
Como entrada Atala preparou dois Ceviche: o Ceviche vegetariano, com beringela descascada, limão, cebola, pimenta, coentro e algas frescas e outro com flores e mel, sempre explicando a origem dos ingredientes...
Para preparar o Ceviche de flores, o ingrediente não poderia ter sido melhor escolhido, o mel, considerado hoje uma preciosidade da gastronomia.
Alex Atala escolheu para o primeiro prato a Queixada (porco do mato), com purê de banana da terra grelhada com manteiga e farofa com pimenta de cheiro. Em seguida preparou uma filet mignon com mandioca palha passada na maionese que foi feita na hora. Explicou como deixar uma carne suculenta e como fazer para chegar ao ponto certo.
 Alex Atala viaja muito e onde vai busca a conscientização das pessoas de que num país onde se joga tanta comida fora (citando como exemplo o frango onde se joga fora os pés, pescoço e cabeça), com tanta gente passando fome, tem muita coisa errada. Atala falou sobre a sua paixão pela gastronomia e que a maior alegria é colocar a dolma e ir para a cozinha, e brinca dizendo que virou cozinheiro porque não foi um bom aluno. Sorte nossa!!
Com a equipe do Centro Europeu...
 Eu tietei… e ele fez questão de posar para fotos com todos que queriam uma lembrança sua… e a fila foi grande. Isso é ser estrela.
 E Camila Podolak da Porto a Porto, também não perdeu o registro.

Nenhum comentário: